Sextas de cinema

Em parceria com a Mediateca de Luanda, a Alliance Française oferece uma programação diversificada para descobrir o melhor do cinema francês e francófono. Venha assistir as nossas projecções, nas sextas-feiras, às 17h00, na Mediateca de Luanda - Largo das Escolas. A entrada é livre e os filmes legendados em português.

Como um leão

Quarta-feira, 9 Abril, 2014
2013, 1h40, comedia dramática - França 09/04, 19h Como um leão, Samuel Collardey Mitri é um jovem senegalense quem joga futebol e sonha com o Barça e o Chelsea. Quando um agente o seleciona, Mitri confia no seu destino, mas para conquistar os grandes clubes europeus, é preciso dinheiro. A família endivida-se para ajudar o Mitri a viajar, mas em Paris, ele encontra-se abandonado e sem dinheiro, e não pode aguentar a humiliação de voltar…

A canoa

Quarta-feira, 26 Março, 2014
2012, 1h27, drama – França, Senegal 26/03, 19h A canoa, Moussa Touré Aquele bairro de pescadores na periferia de Dakar é o ponto de partida de inúmeros barcos. Essa viagem perigosa tem como destino as ilhas Canarias, ao sul da Espanha. Baye Laye é o capitão de um daqueles barcos de pesca. Deve levar trinta homens à Espanha. Nem todos podem entender-se, alguns nunca viram o mar, e ninguém sabe o que acontecerá.

Tango Negro

Quarta-feira, 12 Março, 2014
2013, 1h30, documentário – Argentina, França, Uruguai 12/03, 19h Tango Negro, as raízes africanas do tango, Dom Pedro O Tango foi inventado nos meados do século XIX por ex escravos negros, que ficaram esquecidos pela história nacional. Antes de tornar-se, através dos prostíbulos de Buenos Aires e os salons parisienses, o jeito de andar o mais sofisticado, o Tango foi no princípio, uma música de rua, popular e festiva. Apresentação por Dom Pedro seguida por um cocktail de lançamento.

COR DA PELE: MEL

Quarta-feira, 27 Agosto, 2014
27/08, 18h, De Jung Sik-jun, Laurent Boileau, 2012, 1h15, animação - Bélgica, França Mediateca de Luanda Jung nasceu em Seoul no ano 1965 e foi adoptado em 1971 por uma família belga. Realizado numa espantosa mistura de imagens filmadas e desenhadas, entre o presente e a memória, Cor da pele: mel conta os eventos que levaram o autor a aceitar a sua mestiçagem cultural, sempre com poesia, humor e emoção.

Pages